domingo, 25 de junho de 2017

Poesia

Em seu sorriso estão as metáforas de que preciso.

Nos seus olhos, a harmonia que dá sentido a cada frase.

É minha doce e mais carinhosa rima.

Em você, encontrei minha mais bela poesia.

domingo, 18 de junho de 2017

Sintomas

E esse aperto no peito.

E esse nó na garganta.

E esse ar rarefeito.

E esse coração em polvorosa.

Tudo isso é minha saudade.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Doce contemplação

Corre nas veias a vida, o que quebra a inércia.

Nos traços de uma pintura, as interrogações do artista que só quer amar.

Infinitas combinações de cores aleatórias surgem no vazio.

No atalho mais curto, desenha a noite.

Mas ele reza para que a manhã logo chegue. 

Espaços ficam por entre as tintas, logo ele tira a venda dos olhos.

Fica frente a frente com sua mais bela criação.

Ali estão as lágrimas que secaram e os risos prometidos.

O presente que engole permanentemente o futuro então cessa solenemente.

Era necessária essa doce contemplação.

domingo, 11 de junho de 2017

Na contramão

Eu piso fundo, preciso chegar logo ao lugar que meu coração aponta.

Sou movido pela fé, carrego anseios que transbordam da alma.  

Em meus olhos, o pára-brisas molhado pela chuva que brota em mim.

Eu me guio pelo instinto de quem busca o tesouro maior acima das obviedades.

Vou andar na contramão, levando a vida do meu jeito.

Rezo pra não colidir, eu sei que sou tão imperfeito.

Lá está minha paz, minha paz está aqui.

Para além da utilidade, quero o sabor das coisas, o que faz o peito palpitar.

Não sigo placas ou sinais, minha referência são os planetas e as estrelas.

Meus sonhos são a bússola, respiro fundo e continuo.

O destino é o seu riso, minha fortaleza é o que eu sinto.

sábado, 10 de junho de 2017

Mágica harmonia

Seu sorriso brilha.

Meus olhos contemplam essa beleza e brilham de volta.

De repente, nossas existências parecem ter se encaixado na mais mágica harmonia.

E dançamos uma música que só nós ouvimos.

Não é no relógio, nas letras frias ou nas fórmulas prontas.

A verdade, tão perseguida em todos os cantos do mundo por andarilhos com seus mapas, está bem aí, no seu coração.

terça-feira, 6 de junho de 2017

Seu olhar

Seu olhar tem o brilho das estrelas.

Reflete os meus melhores sentimentos.

Na noite escura, é meu guia.

No dia claro, é minha certeza.

Seu olhar dá luz ao meu olhar.

Outrora opacos, meus olhos voltam a ter vida.

Admirados com tanta beleza, percorrem o seu rosto.

Nesse lindo bem querer, encontram a paz tão esperada. 

domingo, 4 de junho de 2017

Primavera em meu peito

Quando meus olhos encontraram os teus, acabou-se o inverno.

Quando minha boca encontrou a tua, fez primavera em meu peito.

Tantas cores mudaram a paisagem, desabrochando a ternura da minha alma.

E então eu te dei todas as flores.

Aprecio tua pele, me deleito com teu gosto.

Eu não sei onde estamos, eu não sei para onde vamos.

Mas você tornou tudo mais bonito, assim, num estalar de dedos.

A chegada é incerta, o caminho é encantador.

E isso já faz tudo valer a pena. 

De mãos dadas com a vida, percorro tua trilha.

Quero sorrir o teu sorriso, sempre que possível.

E quero chorar as tuas lágrimas, sempre que necessário.

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Leve como uma folha levada pelo vento

Sinto a calma e a palpitação nesse meu peito.

Pego o tempo pela mão, navego nos pensamentos.

Tão bela pintura, deixe-me fazer parte da sua paisagem.

Leve como uma folha levada pelo vento, eu lhe aprecio e descubro.

Um mundo inteiro de angústias e amores cabe no seu sorriso.

Você pode até achar graça, sou um bobo que não mais esconde seus tropeços.

E às vezes até tropeço de propósito para que você ria quando a tristeza paira em seu rosto.

Quando a noite chega, durmo mais feliz.

Tudo ficou um pouco mais doce dentro de mim.