domingo, 30 de abril de 2017

Raio de sol

A solidão se vai, junto com a chuva.

O céu se abre com seu sorriso, meu raio de sol.

Com ele, abro meu peito, que dispara.

Olho para o seu olhar, do brilho mais intenso.

E tenho a certeza de que, por você, eu faria tudo de novo.

2 comentários:

CÉU disse...

Que sol, que paixão e k bem escreves, Bruno!

Beijos.

Bruno Mello Souza disse...

Muito obrigado, Céu!

Beijos.