segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Mesmo que as estrelas resolvam se esconder

Na fronteira do tempo, a mentira vira verdade.

Nas ruas, pessoas recolhem rastros que ninguém pode enxergar.

Acomodam-se em seu incômodo para fingir que não sentem dor.

O puro e o simples encantam, dando sentido a tudo que virá.

Queremos pouco, só mais um pouco dessa vida à flor da pele.

Entre os vazios, nossos pensamentos se evaporam rapidamente.

A distância é a resistência, uma força maior que nos leva até o fundo da alma.

Somos a permanência em meio a um mundo em frenética transformação.

Há mais, sempre mais.

Aqui estou, mesmo que as estrelas resolvam se esconder.

É assim que serei até o fim.

Nenhum comentário: