segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Combinação de infinitos

As nuvens são tão solenes quando abrem espaço para a imperial luz solar revelar-se para nós.

Há tantas coisas nessa paisagem, por tudo pelo que passamos.

As melodias vão se transformando e oferecendo novas sensações.

Estamos cultivando e preservando o hoje para termos o melhor amanhã.

A vida floresce nessa terra, e resiste miraculosamente.

No coração, pulsa a vontade pelo gosto doce que atrai pelo cheiro.

Os segundos são longos, as existências são curtas.

É tão bela essa sintonia entre a grandeza e a simplicidade.

Somos uma combinação de infinitos, resultados mais complexos do que a mera soma das partes.

E isso é, por si só, a mais linda das poesias.

Nenhum comentário: