domingo, 5 de fevereiro de 2017

A porta pela qual não poderá fugir

No horizonte, todas as palavras se esfarelam.

A realidade é um inconveniente que você varre para baixo do tapete.

Talvez seja mais fácil viver num mundo assim.

Abra a porta pela qual não poderá fugir.

Podemos sempre andar pelo campo minado e contar com a sorte.

Mas é a coisa certa a fazer?

Exceções e regras tornaram-se a mesma coisa.

Há tantas ideias prontas nas prateleiras do supermercado.

Use tudo que puder e aprecie sua própria vaidade.

O que vier a acontecer pode não importar para nada.

Há sempre uma versão em que tudo pode se encaixar perfeitamente.

Sem erros, sem culpas, sem desculpas. 

Nenhum comentário: