domingo, 15 de janeiro de 2017

Amabilidade teresinense

O povo de Teresina é impressionante. Acolhedor, boa praça, amável de forma quase inacreditável.

Desde o seu Joaquim, do hotel em que me hospedei nos primeiros dias antes de alugar apartamento, e que me tratava como se me conhecesse há anos, bebendo cajuínas e contando causos, passando pelo pessoal da UFPI, que me recebeu de forma absolutamente simpática, solícita, com quem já criei laços de amizade, e chegando ao instalador da internet que enquanto testava conexões me mostrou fotos da esposa e dos filhos, ou à vendedora queridíssima da loja de móveis e eletrônicos, praticamente todo mundo destila amabilidade . 

E ontem fui surpreendido mais uma vez com um gesto impressionante de gentileza.

Estava na parada esperando o ônibus para o Teresina Shopping, onde costumo ir aos sábados almoçar e comprar as coisas para o fim de semana, quando ao meu lado chegou um rapaz, provavelmente estudante da universidade (a referida parada é na universidade, e ele vinha lá de dentro). Passaram-se alguns minutos e ele então me perguntou, do nada, para onde eu estava indo, e respondi. Seguiu-se apenas o silêncio e, confesso, estranhei bastante.

Cerca de 30 segundos depois, chegava um carro, com seu pai, seu tio, enfim, algum parente. O rapaz entrou, e eles se foram. 

Minha conclusão: se o shopping fosse caminho, ele teria me oferecido carona. Sem nunca ter me visto na vida, sem saber meu nome, sem saber quem ou o que eu sou. Uma empatia de pureza comovente, quase ingênua e irresponsável, que seria absolutamente impensável para os padrões sulistas.

Conheci lugares e povos incríveis, sim. Mas nada nem remotamente parecido com os habitantes da capital do Piauí. 

Confesso que estou encantado pela cidade. Especialmente pelo seu povo. O maior patrimônio de Teresina é o teresinense.

4 comentários:

CÉU disse...

Olá, Bruno!

Tudo bem? Se possível, me manda uns 15ºg pra cá (rs). Tá?

Pensei k me tinha enganado no blog, mas afinal é apenas mudança de Design, pra bem melhor, em minha opinião. Amo tons claros, luz.

Há pessoas, povos fantásticos. É verdade! Tenho de ir pesquisar sobre Teresinha.

Beijos e boa semana.

Bruno Mello Souza disse...

Céu, que bom que gostaste do novo visual do blog.

Muito obrigado pela visita.

Beijos e boa semana pra ti também.

CÉU disse...

Bruninho,

Tudo bem?

Escuta uma coisa! Adorei o teu comentário, tão lúcido, qto verdadeiro. Ai, o amor, mas sem ele, a gente não consegue viver, ou vivemos, deficitariamente.

Que representa o layout de teu blog? É k eu, ontem, parece k tinha lido algo, aqui, sobre uma torre. Estarei fazendo confusão ou sonhando?

Beijinhos, minino!

Bruno Mello Souza disse...

Oi, Céu.

O layout é uma referência a Teresina, a foto é da Ponte Estaiada, um dos principais cartões postais daqui.

Beijo!