segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Fim sem começo

Tudo que ansiosamente esperamos passou rápido demais.

A despedida teve de ser breve e abrupta, sem que eu soubesse a razão.

Eu me ajoelhei e chorei copiosamente.

Não adiantava me perguntar por que tinha de ser assim.

Por mais que você me ensinasse e me repetisse o caminho, eu jamais conseguiria chegar lá.

Fiquei perdido e sozinho, sem bússola ou referência.

Talvez fosse meu despertar, mas permaneci letárgico.

Não há mais dor, apenas angústia e incerteza.

Cheguei ao fim sem sequer ter começado... 

Nenhum comentário: