domingo, 6 de novembro de 2016

Sensação de normalidade

Dançávamos sem responsabilidade no meio da sala,

Na simplicidade dos pequenos momentos, podíamos fugir da nossa escuridão.

Pelo caminho, ficaram todas as feridas e imprecisões.

A dor jamais poderia ser abandonada enquanto trouxesse saciedade.

Precisávamos da certeza de que nossos corações ainda estavam batendo.

O sol brilhava para trazer uma sensação de normalidade.

E então nos permitíamos esquecer, nos permitíamos sonhar.

Pelo menos até que a noite voltasse com sua brisa característica... 

2 comentários:

Helena G.S.R disse...

Ainda que poucos, momentos de felicidade genuína são indispensáveis para que possamos seguir em frente.

Beijão!
Blog: *** Caos ***

Bruno Mello Souza disse...

Verdade, Helena!

Beijão!