quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Fumaça e poeira

Massacres por todos os cantos, a sobrevivência é uma espécie de milagre.

Vamos passando por esse campo minado, torcendo para que tudo acabe bem.

Interesses escondidos nos colocam nesse permanente conflito.

A ordem para que todos sejam destruídos vem de quem acha que não se inclui entre todos.

Uma força incompreensível surge para afirmar tempos que já se terminaram.

Tantos sonhos são esmagados, até mesmo enquanto sonhamos dormindo.

Os estouros se tornaram apenas ruídos, e nossa maior desgraça é o costume.

A fumaça e a poeira escondem a desolação e a falta de misericórdia.

Será que essa cegueira será permanente, enquanto caminhamos sem perceber para o abismo?

Nenhum comentário: