quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Seguir em paz

Abandona as angústias, os medos, os rancores.

Abre o peito e respira.

Aceita o que é, sem esperar o que jamais foi.

Porque não se pode violentar a natureza de cada um.

O que de melhor era possível oferecer, ofereceu.

Segue, então, em paz. 

Leva no coração leve apenas o que de bom ficou. 

A bagagem já é pesada demais...

2 comentários:

CÉU disse...

Isso mesmo, Bruno! Ódio, sentimentos negativos não conduzem a nada. A paz, interna e externa, deveriam ser nossas bandeiras.

Beijos.

Bruno Mello Souza disse...

Obrigado pela visita, Céu!

Beijos!