segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Distraídos com nossas próprias vidas

Todos os atalhos se fecharam, fica difícil encontrar a saída.

Estamos tão distraídos com nossas próprias vidas que perdemos a noção do que acontece do lado de fora.

De qualquer jeito, o que tinha de ser feito está feito, e assim posso seguir.

A apatia e o desinteresse não são qualquer diferencial nos tempos em que vivemos.

Porque os movimentos não fazem qualquer sentido em sua desordem.

Repetições desesperançosas e finais previsíveis estão sempre na conta cara que pagamos.

Mas parar é uma tolice que não está entre as minhas opções.

As páginas em branco podem trazer as melhores notícias do mundo. 

Nenhum comentário: