terça-feira, 6 de setembro de 2016

8 anos de Dilemas Cotidianos- 10ª posição: Moscas volantes

Começamos a reapresentação dos 10 melhores textos do DC neste oitavo ano com "Moscas volantes", originalmente publicado em 20 de fevereiro de 2016.

............................................................................

Moscas volantes passeiam em minha visão.

Moscas volantes me distraem enquanto olho para o teto.

Moscas volantes, bolhas e balões minúsculos e transparentes.

Moscas volantes estão voando e caindo.

Moscas volantes, elas sempre estão de volta.

Moscas volantes, prisioneiras dos meus olhos.

Moscas volantes, eu sou prisioneiro delas também.

Moscas volantes não existem lá fora.

Talvez lá fora também seja como as moscas volantes.

Talvez lá fora também esteja apenas dentro dos meus globos oculares.

Moscas volantes me ensinam, moscas volantes me enlouquecem.

Moscas volantes me trazem tantas incertezas.

Moscas volantes, infinito e desolador movimento.

Moscas volantes, minha própria imperfeição diante da luz do sol.

2 comentários:

Gracita disse...

Olá Bruno
Parabéns pelos oitos do blog!
E claro parabéns por essa lindíssima poesia que você oferece para nosso deleite nesta linda comemoração. E que o sucesso seja uma constante aqui na tua bela página
Um abraço

Bruno Mello Souza disse...

Muito obrigado pelas palavras, Gracita!

Abraços.