terça-feira, 5 de julho de 2016

Meu mundo do meu jeito

Eu desconheço o caminho, perdi as migalhas de pão que tinha deixado.

Eu ainda tenho que responder pelas coisas que procuro e não consigo encontrar?

Sou capaz de tocar minhas esperanças com as mãos.

Mais do que ninguém, eu preciso e quero ver a luz do sol.

Não posso vê-la, mas sei que não sou cego.

Se estou me afogando sozinho, você não precisa empurrar minha cabeça mais para o fundo.

Sou exatamente assim, e todos os dias tento ser alguém melhor.

Mas não espere que eu mude minha essência.

Ajude-me a criar um reflexo que simule a luz da vida.

As pessoas nunca foram preparadas para amarem o que realmente são.

E o que gosto de ser é diferente de como você acha que eu deveria gostar de ser.

Sou incapaz de fingir para vencer, não pense que não me sinto ansioso.

Apenas continuo fazendo meu mundo do meu jeito, e quem o conhece jamais se arrependeu.

Julgamentos são fáceis, aguardo meu destino bem onde vim parar dessa maneira.

Não caibo na fôrma, mas isso não deveria ser uma preocupação prioritária.

Permaneço justo comigo mesmo, vou assim até o fim.

E talvez eu deixe pouco por aqui, mas deixarei algo realmente meu.

Nenhum comentário: