domingo, 31 de julho de 2016

A sopa

O velho homem havia tido uma perna amputada no hospital, devido a complicações de um acidente. Mas já estava consciente, em fase de recuperação, pronto para almoçar. A enfermeira adentrou o quarto com o prato de sopa, e passou a entregar as colheradas na sua boca.

- E então, senhor? Está boa a sopa?
- Está ótima, minha filha.
- E a carne? O que achou da carne?
- É boa... Tá com uma textura meio diferente... Mas é saborosa.
- Gostou mesmo da carne?
- Sim, sim.
- Ela está bem fresca. 
- É carne de quê, mesmo? Não consigo reconhecer.    
- Tá gostosa, não? Isso é o mais importante.
- É, sim. Mas fiquei curioso.
- Chega de conversa, senhor. Está na hora de recolher o prato. É bom o senhor descansar um pouco, ok?
- Mas...
- A médica vem logo para examiná-lo. Até mais.  

Nenhum comentário: