quarta-feira, 29 de junho de 2016

Pequena Babilônia

A espera da resposta da entrevista de emprego.

A água, a espuma, a louça.

O sono profundo na cama.

A briga, os gritos, as acusações.

A música.

O telejornal.

A conversa sobre saudosas épocas.

O sexo, os gemidos, a pele na pele.

A euforia.

A depressão.

O tédio.

A gargalhada.

O paraíso.

O inferno.

A esperança.

A desolação.

A paixão.

A indiferença.

Tudo ao mesmo tempo.

Tudo no mesmo prédio.

Nenhum comentário: