sábado, 11 de junho de 2016

O remédio e a salvação

O dia passa rápido demais, mas eu ando devagar.

Estou fugindo para poder permanecer onde estou.

Quero lhe dar algo que seja realmente bonito.

Todas as noites antes de dormir eu rezo para ser uma pessoa melhor.

Apenas deixo estar, mesmo transbordando por dentro.

Não possuo o egoísmo daqueles que querem tudo.

Mas preciso de algo que não desapareça com o amanhecer.

Temos o remédio e a salvação, precisamos apenas de um pouco de coragem.

Uma alma pode aquecer a outra, mas ninguém sabe o que está autorizado a querer.

Talvez seja melhor esperar e não me arriscar assim, bem no meio da rua.

Sinais verdes e vermelhos podem me guiar para que eu chegue ao meu aconchego.

O que não é verdade em mim, é apenas um sonho bonito.

Então não me condene por ser assim, há tanta coisa pior que não assusta ninguém.

Esse medo nos protege mas também nos mata lentamente.

A solidão nos consome por inteiro e deixa uma conta alta para pagar no caixa.

E se eu não tiver nada a dizer, estarei falando eloquentemente com meu silêncio.

Nenhum comentário: