sexta-feira, 17 de junho de 2016

Espera

Chego à sala.

Pego uma senha.

Sento na cadeira.

Leio a revista.

Levanto e bebo um copo da água do bebedouro.

Sento novamente.

Folheio o jornal.

Observo a televisão no mudo.

Sirvo-me um copinho de café, que termino em dois minutos.

Olho para o relógio e presto atenção nas pessoas que estão ali.

Estou na sala de espera, mas não estou esperando por nada.

Nenhum comentário: