segunda-feira, 11 de abril de 2016

Meu mais verdadeiro paraíso

Eu te procuro em cada esquina.

Os anos passam, a paisagem muda.

Mas eu ainda estou buscando isso.

É apenas um cheiro, apenas uma pista.

Sim, eu sei que você andou por aqui.

Posso sentir sua presença, e não quero acreditar que seja uma alucinação.

Você não me deixou, eu jamais lhe esqueci.

Permaneço sendo aquele bobo que sonhava com suas tolices.

Ainda sou capaz de rir e sorrir.

Dias tão bonitos se evaporaram, mas eu sempre encontro um vestígio.

É doce o sabor que invade minha boca, mesmo com todas as amarguras.

No seu sorriso residia toda minha inspiração.

Eu te vejo, eu te espero, eu te beijo.

Então não fuja, eu sei que você andou por aqui.

Não me acorde enquanto eu flutuo, por favor.

Preciso fazer isso, preciso dizer isso.

Momentos banais podem ser meu mais verdadeiro paraíso.

E você ainda pode ser toda a beleza que eu procuro no mundo.  

2 comentários:

Franciéle Romero Machado disse...

Que lindo poema!! Abraços poeta!

Bruno Mello Souza disse...

Oi, Fran!

Muito obrigado pela visita e pelas palavras.

Abraços!