sexta-feira, 1 de abril de 2016

É mentira!

O lindo sorriso nessa foto, uma nota de 3 reais.

É mentira!

A felicidade fabricada, o amor infinito jogado na cara da plateia.

É mentira! É mentira!

Valores nobres, altruísmo sem fim enfiando o dedo na garganta.

É mentira!

A defesa dos oprimidos, o discurso desinteressado.

É mentira! É mentira!

A salvação da pátria, a moral de cueca cheia de dinheiro.

É mentira!

A paz pelo massacre, o consenso pelo constrangimento.

É mentira! É mentira!

Um quadro na parede, a sabedoria das palavras geladas.

É mentira!

O brado para me silenciar, a importância de tudo que dizemos aqui.

É mentira! É mentira!

O fim de noite interessante, em cada ato um evento a brindar.

É mentira!

Carinhos e carícias, um mundo cor de rosa.

É mentira! É mentira!

O passado reescrito, as promessas apagadas da cartilha.

É mentira!  

A preocupação com o futuro, o abraço dos afogados por um bem maior.

É mentira! É mentira! 

Nenhum comentário: