sexta-feira, 25 de março de 2016

Heisenberg

Heisenberg precisa providenciar uma solução.

É tão incerto o destino, é tão certeiro ter o que fazer.

Heisenberg está apostando alto e não pode perder.

Tem a vida no fio da navalha.

Heisenberg corta as bordas do pão, e se deixa transformar.

No céu, o azul da meta que promete a libertação.

Heisenberg chutou o balde, e não pode mais parar.

Ele precisa atacar para se defender.

Heisenberg está no alvo, entre o homem normal e o mito do deserto.

E tudo precisa ir até as últimas consequências.

Heisenberg joga na roleta russa e consegue sobreviver.

Tem o mundo em suas mãos.

Heisenberg desaparece e surge das sombras.

Ele resolverá, um a um, os problemas que restaram.

Nenhum comentário: