terça-feira, 29 de março de 2016

Gargalhada libertadora

O que era, já não é mais.

O que valia, já não vale mais.

Foi o mundo que virou, ou você que virou isso?

Tudo desmorona sem que você perceba.

É mais fácil se esconder atrás das mentiras.

Acredite em mim, porque eu cansei.

E o desgosto está nas palavras e nos gestos.

Também vou agir de acordo com as minhas necessidades.

Você sabia que estava cercado, e que não havia como voar.

Mas levou isso até as últimas consequências.

Sobrou a gargalhada libertadora.

Porque eu não penso mais naqueles dias.  

E não sigo mais as suas regras ridículas.

Nenhum comentário: