sábado, 30 de janeiro de 2016

Movimente-se

Movimente-se.

Um pouco que seja, movimente-se.

Mesmo que doe, movimente-se.

Ainda que o tempo lhe esmague, movimente-se.

Movimente-se.

Um pouco que seja, movimente-se.

Mesmo que já não acredite, movimente-se. 

Ainda que o fim pareça próximo, movimente-se.

Movimente-se...

2 comentários:

Gracita disse...

A vida em constante movimento e vamos movimentar neste mesmo ritmo
Belo poema Bruno
Um feliz final de semana
Um abraço

Bruno Mello Souza disse...

Obrigado, Gracita.

Bom fim de semana pra ti também.

Abraço!