segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

As 10 melhores músicas dos Cranberries

Nos quase sete meses em que vivi na Espanha, adquiri um hábito nos domingos de solidão: ficar ouvindo músicas deitado na cama, durante toda a tarde. Foi lá que comecei a prestar mais atenção à discografia de bandas como The Cranberries e The Smiths. Se até então eu simpatizava com as respectivas bandas, a partir disso eu simplesmente me apaixonei por ambas, num nível em que nem sei dizer de qual das duas gosto mais. Fato é que Dolores O'Riordan e Morrissey foram minhas grandes companhias naqueles tempos salmantinos. E permaneceram fortemente na minha vida, mesmo após voltar ao Brasil. Por isso, como forma de recordar a época e homenagear essas duas bandas incríveis, vou apresentar aqui minhas músicas favoritas de cada uma. Começarei com os Cranberries. 

10. Wake up and smell the coffee: Música para aqueles dias em que você tem que acordar e vencer o desânimo. A pegada é incrível; a letra, ótima. Acorde! Sinta o cheiro do café! E siga! (assista aqui).

Trecho da letra:  I, I went to hell/ I might as well/ Learn by my mistakes/ I at twenty-four/Was insecure/ To whatever it takes (Eu, eu fui ao inferno/ Eu preciso/ Aprender com meus erros/ Eu, aos vinte e quatro/ Era insegura/ Em relação ao que quer que seja).

9. Loud and clear: Canção bem animadinha, daquelas letras boas para mandar um ex-amor pastar (ouça aqui).

Trecho da letra: I remember there was/Nothing I could ever do/ Never could impress you/ Even if I tried (Eu lembro que/ Não havia nada que eu pudesse fazer/ Eu nunca lhe impressionaria/ Mesmo que eu tentasse).

8. Ridiculous thoughts: Outra canção com um embalo que dá vontade de sair pulando e cantando pelo quarto (assista aqui).

Trecho da letra: I feel alright/ And I cried so hard the/ Ridiculous thoughts/ I feel alright alright alright alright (Eu me sinto bem/ E eu chorei tanto/ Os pensamentos ridículos/ Eu me sinto bem, bem, bem, bem).

7. Linger: Linda e clássica balada dos anos 90 (assista aqui).

Trecho da letra: But I'm in so deep/ You know I'm such a fool for you/ You got me wrapped around your finger/ Do you have to let it linger? (Mas eu estou tão envolvida/ Você sabe que eu sou uma idiota por você/ Você me tem entre seus dedos/ Você tem que deixar isso se prolongar?).

6. Put me down: Talvez a música mais depressiva da banda. Belíssima. O vocal de Dolores atinge um nível sublime nessa canção (ouça aqui).

Trecho da letra: And you always prove me wrong/ 'Cos you're always putting me down (E você sempre me prova que eu estava errada/ Pois você sempre está me colocando pra baixo).

5. When you're gone: Uma derretida e deliciosa balada romântica (assista aqui).

Trecho da letra: And in the night, I could be helpless/ I could be lonely, sleeping without you/ And in the day, everything's complex/ There's nothing simple/ When I'm not around you (E de noite, eu poderia estar desamparada/ Eu poderia estar sozinha, dormindo sem você/ E de dia, tudo é complexo/ Não há nada simples/ Quando não estou ao seu redor).

4. Promises: Boa pegada, uma pitada de melancolia e  refrão explosivo (assista aqui).

Trecho da letra: Oh, all the promises we made/ All the meaningless and empty words/I prayed, prayed, prayed/ Oh, all the promises we broke/ All the meaningless and empty words/ I spoke, spoke, spoke (Oh, todas as promessas que fizemos/ Todas as palavras sem sentido e vazias/ Eu roguei, roguei, roguei/ Oh, todas as promessas que quebramos/ Todas as palavras sem sentido e vazias/ Eu disse, disse, disse).

3. Zombie: Cranberries nunca foi uma banda grunge. Mas Zombie é, sim, um clássico do grunge noventista (assista aqui).

Trecho da letra:  But you see it's not me/ It's not my family/ In your head, in your
head they are fighting/ With their tanks and their bombs/ And their bombs and their guns/ In your head/ In your head they are cryin'/ In your head, in your head/ Zombie Zombie Zombie (Mas você não vê que não sou eu/ Não é minha família/ Em sua cabeça, em sua cabeça eles estão lutando/ Com seus tanques e suas bombas/ E suas bombas e suas armas/ Em sua cabeça/ Em sua cabeça eles estão chorando/ Em sua cabeça, em sua cabeça/ Zumbi, zumbi, zumbi).

2. Ode to my family: Belíssima música, belíssima letra, belíssima interpretação de Dolores, belíssimo videoclipe (assista aqui).

Trecho da letra:  Unhappiness, where's when I was young/ And we didn't give a damn/ 'Cause we were raised/ To see life as fun and take it if we can/ My mother, my mother she hold me/ Did she hold me when I was out there?/ My father, my father, he liked me/ Oh he liked me, does anyone care? (Infelicidade, existia quando eu era jovem/ E nós não dávamos importância/ Porque fomos criados/ Para ver a vida como diversão e levá-la se pudéssemos/ Minha mãe, minha mãe me abraça/ Ela me abraçou quando eu estava lá fora?/ Meu pai, meu pai gostava de mim/ Oh, ele gostava de mim, alguém se importa?).

1. Empty: Transborda melancolia e sentimento de vazio- como o próprio título da música denuncia. Minha preferida dos Cranberries (assista aqui).

Trecho da letra: Say a prayer for me/ Help me feel the strength I did/ My identity has it been taken/ Is my heart breaking on me/ All my plans they fell through my hands/ They fell through my hands on me/ All my dreams it suddenly seems/ It suddenly seems empty (Faça uma oração por mim/ Ajude-me a sentir a força que sentia/ Minha identidade foi levada/ Meu coração está se partindo em mim/ Todos meus planos caíram de minhas mãos/ Eles caíram de minhas mãos/ Em mim todos meus sonhos de repente parecem/ De repente parecem vazios).

Nenhum comentário: