sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

A garota dos sapatos sujos de lama

A garota, sentada no cordão da calçada.

Ela deixa a sua tarde passar.

A garota, enfadada mastigando o chiclete.

Ela luta com todas as suas forças.

A garota, sonhos em estática.

Ela busca lucidez olhando para o nada.

A garota, princesa do vexame.

Ela deixa-se enganar para sentir o estômago doendo.

A garota, luz que todos apagam no meio da noite.

Ela tem os sapatos sujos de lama.

A garota, tempo divino desperdiçado.

Ela espera por algo que ainda não foi inventado.

Nenhum comentário: