quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Você pode até não acreditar

Você pode até não acreditar, mas há algo bom reservado à frente.

Você pode até não acreditar, mas a próxima música fará você dançar feliz.

Você pode até não acreditar, mas seu choro virará um riso frouxo.

Você pode até não acreditar, mas as flores vão colorir esse cinza apático dos prédios.

Você pode até não acreditar, mas a vida amarga logo terá sabor de doce de leite.

Você pode até não acreditar, mas o sol vai brilhar após a tempestade, trazendo consigo o arco-íris.

Você pode até não acreditar, mas a tristeza de hoje é o adubo para a alegria cintilante de amanhã.

Você pode até não acreditar, mas as crianças tornarão a brincar nas ruas, comendo balas de morango sem medo das de pólvora.

Você pode até não acreditar, mas sua vitória chegará cheia de luz intensa.

Você pode até não acreditar, mas tudo isso fará sentido e as angústias serão apenas memórias de um passado que lhe fortalece.

Você pode até não acreditar, mas as melhores coisas vão acontecer, independentemente de você acreditar nisso.

Nenhum comentário: