quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Recusa recorrente

Ligue seu alerta para a notícia que virá.

Fica muito mais fácil se você mantiver seu silêncio.

Deixe-se banhar pelas palavras, deixe tocar uma canção em sua mente.

De fora, as coisas sempre são muito mais simples.

Mas você sabe o que guarda dentro de si melhor do que ninguém.

E se corresse, e se dissesse coisas sem sentido, talvez ninguém se incomodasse.

O mundo é feito para as pessoas que aceitam seu lugar, e jogam o jogo que há para jogar.

Sua recusa recorrente é sua salvação, e as aparências se quebram bem na sua frente.

Sempre há soluções prontas, mas você segue a corroer as estruturas apodrecidas de sua existência.

Deixe a vida voar, e com ela as falsas incompreensões.

Sempre há um lugar cômodo e seguro para vomitar coerências enganosas.

Não há nada para ser entendido, o final é sempre o mesmo.

Então faça do seu jeito, deixe-se levar.

Salve a si mesmo, pois o final é sempre escuro e silencioso.

E isso vale para os certos e os errados.

Nenhum comentário: