quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Boas notícias

Todos adormecem, porque mais um dia já se foi.

Eu trouxe boas notícias, mas já não tenho boas notícias para dar.

Quando tudo silencia, eu fico desconfortável.

Não, eu não queria que fosse assim.

No meio da noite, nem sabemos quem somos.

É tarde demais para pedir um abraço de verdade.

Eu sei que vocês se importam.

Eu queria que sentissem orgulho.

Adormeço uma vez mais, eu queria ser bem melhor.

Me despeço uma vez mais, eu queria fazê-los felizes.

Está tudo bem, porque ao amanhecer vou fazer novas promessas.

Está tudo bem, porque não vou cumprir nenhuma delas.

Não sei quanto brilho seria suficiente.

Não sei quanto de mim seria suficiente.

Nenhum comentário: