quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Eu lhe trago flores

Eu lhe trago flores.

É manhã, e a rua demorou a ganhar cor.

Eu lhe trago flores.

Com elas, o perfume que inspira.

Eu lhe trago flores.

Não se assuste se eu parecer um tolo.

Eu lhe trago flores.

Desculpe, não posso deixá-las murchar.

Eu lhe trago flores.

O inverno foi longo demais, mas a primavera finalmente chegou.

2 comentários:

CÉU disse...

Aqui, até o Outono virou Primavera com as flores, k trouxe pra ela.

Beijos e bom final de semana.

Bruno Mello Souza disse...

Obrigado pela visita, Céu!

Beijos e bom fim de semana pra ti também.