quarta-feira, 21 de outubro de 2015

As coisas ruins uma hora vão passar

Eu entendo quando você diz que dói.

A demência levou o mundo a um estágio inaceitável.

Mas as coisas ruins uma hora vão passar, eu juro.

Se o coração acelerar, respire fundo.

Não há monstro nenhum aqui.

E as coisas ruins uma hora vão passar, eu juro.

Os dias correrão, e tudo voltará ao seu lugar.

Os risos estão guardados, eles voltarão para iluminar a existência.

Porque as coisas ruins uma hora vão passar, eu juro.

Existe uma espessa camada de amor para cobrir suas feridas.

A angústia tão pesada logo será pluma diante da beleza das flores, dos campos nos quais você corre.

Sim, as coisas ruins uma hora vão passar, eu juro.

As nuvens choram, mas o sol sempre volta sorrindo.

Descanse a alma, permita-se sentir a paz que existe na imperfeição.

Porque as coisas ruins já estão passando, eu juro.

Nenhum comentário: