sábado, 19 de setembro de 2015

A garotinha e sua corrida

A garotinha corre.

Não há nada além do sentido dessa corrida.

Não há lugar para chegar.

A garotinha corre.

Não há objetivo para além do riso.

Não há pote de ouro para perseguir.

A garotinha corre.

Não há a incompletude do eterno não chegar.

Não há promessas para esconder o verdadeiro significado de tudo.

Nenhum comentário: