segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Sonhar é para os fortes

Sussurros para o travesseiro nunca são ouvidos.

Um olhar pode ser redenção ou desesperança.

Porque suas esperanças nascem para morrer logo em seguida.

Sonhar é para os fortes, e hoje me sinto tão fraco.

Talvez você não compreenda minha angústia.

Talvez a revolta seja uma interrogação, ou uma resposta oculta.

Sorrisos podem ser corrosivos, eles podem invadir uma alma.

E que corações são esses que não conseguem perceber que estão errados?

Amores transbordam e apodrecem no chão.

Palavras não aquecem a noite, nem abraçam quando se está sozinho.

Palavras não beijam, tampouco acariciam estes espíritos desamados que buscam seu lugar no mundo.

Palavras não amam, apenas expressam ou desexpressam.

Há pressa para quem vive, antes que em qualquer esquina tudo se acabe.

E quando a dor será dádiva?

Avise-me quando o amor for mais que uma espera por nada.

Nenhum comentário: