quinta-feira, 20 de agosto de 2015

O que te dói?

O que te dói?

É o atraso, o esquecimento?

É o coração, o sentimento?

O que te dói?

É a cabeça, o braço, o joelho ou o cotovelo?

É a alma, o espírito, a angústia, a miséria?

O que te dói?

É o ontem, o hoje, o amanhã?

É o amor perdido, o amor partido, o amor não vivido?

O que te dói?

O que te arde?

O que te esmaga?

O que te mata em microprestações, dia após dia?

O que te dói?

Que remédio posso te dar?

Nenhum comentário: