sábado, 4 de julho de 2015

Quem é você?

Quem é você?

Não, não quero saber seu nome, CPF ou RG.

Não estou falando de inutilidades como qual sua profissão ou quais honrarias já recebeu.

Quero saber é das coisas que realmente têm importância.

Por exemplo, que filme lhe comove?

Quero saber o que você sente quando come uma colherada de doce de leite.

Quero saber a frase de um livro qualquer que você nunca esquecerá.

Quero saber a música que lhe inspira, e a que lhe faz explodir por dentro.

Quero saber o que você pensa sobre o amor.

Quero saber seu maior sonho, o que lhe move de verdade.

Quem é você?

Não, eu não quero saber do que está escrito na embalagem, e estou me lixando para a tabela de informação nutricional.

Eu quero saber é que gosto você tem.

4 comentários:

CÉU disse...

Olá, Bruno!

Não interessa saber nome, onde mora, a profissão, pke são coisas que só ao próprio dizem respeito.
O que interessa ao outro, de verdade, são os sentires, as sensações, os afetos, as cumplicidades, o toque, o cheiro, e, sem dúvida, o paladar.

Beijos e bom fim de semana.

Lívia disse...

- uau!
Forte e provocante! Dá vontade de responder...

Bruno Mello Souza disse...

Hehehe! Valeu, Lívia!

Bruno Mello Souza disse...

Exatamente, Céu.

Beijos.