sexta-feira, 3 de julho de 2015

Livre de ser como você

Armem o circo, ofereçam o discurso mastigado!

Começou a hipocrisia, aplaudam com força!

Boas máscaras às vezes são incapazes de esconder as verdadeiras intenções.

E essa nobreza freudiana, alguém explica?

O sangue nesse chão não é seu.

A sujeira que está grudando no solo não compadece ninguém.

O cálice está quebrado e não tem mais vinho.

Se isso que você faz é me libertar, então engula a chave.

Ofereça mais compaixão e bondade, lance mão de sua cartilha.

Substitua uma bíblia pela outra, e mantenha-os reféns.

Mantenha-me longe dessas boas intenções.

Decida os merecedores, desafie a lógica.

Muitos polegares se erguerão.

E você estará rico, gastando toda a sua miséria.

Estou livre de ser igual a essa manada.

Estou livre de ser como você.

Estou livre de pensar com um Ctrl+Z e um Ctrl+V.

Nenhum comentário: