sexta-feira, 5 de junho de 2015

Extracorpóreo

Levante voo enquanto dorme.

Seja algo mais enquanto sonha.

Deixe-se levar na leveza que lhe ergue.

A lucidez é um entrave desnecessário.

Eis a oportunidade de ver as promessas serem cumpridas.

Porque nada diferencia o que é real do que não é.

Então sinta a vida correndo em cada centímetro do seu corpo.

E não implore para acordar.

E não se desespere enquanto mergulha naquilo em que não acredita.

Aqui não há o que não possa haver.

E tudo depende apenas da sua capacidade de criar, crer, flutuar, ver e sentir.

A paralisia é ilusória, é infinita possibilidade de movimento.

Supere os gritos, supere as vozes.

O desconhecido lhe move e suga.

A velocidade humanamente inimaginável traz medo.

Mas há um novo despertar logo à frente.

E sua alma permanecerá viva, mais do que nunca. 

Nenhum comentário: