quarta-feira, 15 de abril de 2015

Fim da festa

Acabou-se o carnaval.

Restou o salão vazio, apenas eu e você.

Acabaram-se os confetes e serpentinas.

Restou a solidão a dois.

Acabou-se a música.

Restou a ressaca do amor sonhado e não vivido nesta noite.

Acabaram-se as palavras dizíveis.

Restaram apenas meus olhos nos seus olhos.

E eles dizem tudo.

Nenhum comentário: