terça-feira, 17 de março de 2015

Que gente é essa?

https://www.youtube.com/watch?v=2hNviap_7eQ

Que gente é essa?

Que gente é essa que ainda vive na Guerra Fria?

Que gente é essa que ovaciona um assassino psicopata do DOPS?

Gente tão psicopata e doentia quanto, certamente.

Respeito os que foram às ruas democraticamente, ainda que cheio de discordâncias inconciliáveis.

Mas não respeito nem um pouco esse bando de debiloides que usam a democracia para pedir ditadura.

É gente movida unicamente pelo ódio, é o que se vê naqueles olhos, apenas isso, um ódio patológico.

Não serei hipócrita, também odeio um bocado de gente e de coisas.

Acho, inclusive, importante essa delimitação, porque quem ama tudo e todos, não ama nada, nem ninguém.

É bom que haja contrastes, a vida é feita deles.

O problema é quando o ódio é a ÚNICA coisa que move uma porção de pessoas.

E é só isso que vejo nesse pessoal que defende a "limpeza moral da sociedade brasileira".

O ódio em estado puro não tem qualquer força construtiva: serve apenas para destruir.

E é nesse ponto que faixas como aquela que dizia "Luto pelo fim da democracia. Intervenção militar já", aparentemente absurdas e risíveis, passam a fazer sentido.

Porque o luto em questão não é substantivo. É verbo.

Nenhum comentário: