sábado, 21 de março de 2015

Muralha

Quando não te faço feliz, me sinto frustrado.

Meu sentimento é uma muralha na qual muitas vezes não consigo subir.

E queria poder te enxergar por dentro.

E queria poder te entender por completo.

Compreenda, é difícil pra mim.

Nunca quis desfazer o teu sorriso.

Mas preciso correr mais e mais.

Porque eu nunca chego.

Às vezes, me revelo por completo, é possível ver até minhas entranhas.

Talvez eu seja insuficiente no dom de te sentir, no dom de te amar.

Preencho o vazio com essas palavras de dor e remorso.

Talvez isso não faça diferença alguma.

Mas meu coração quebrado em pedaços forma várias lâminas afiadas rasgando meu peito.

Eu estou perdido, sei que estou.

Eu não tenho solução, sei que não tenho.

E assim vou ficar.

E assim tudo vai ficar.  

Nenhum comentário: