domingo, 8 de março de 2015

Labirinterrogações

A vida é labirinto interminável.

Por onde posso te encontrar?

Por onde posso te perder?

Isso é tão difícil, eu nem mesmo sei onde estou.

Perto ou longe?

Tudo ou nada?

Meu peito fica mais leve quando te vejo.

Poderia?

Deveria?

Encontro meu lar, minha alegria.

Será apenas um sonho?

Será que já me encontrei e ainda não sei? 

Nenhum comentário: