domingo, 22 de fevereiro de 2015

Tantos são...

Tantas são as palavras de tanta gente que não tem nada de genuíno a dizer.

Tantos são os que fingem se preocupar e buscam apenas alguns aplausos que ecoem em seus egos.

Tantos são os que tentam mostrar que sabem tudo sem saber absolutamente nada.

Tantos são os parasitas que sugam toda a energia contida na palavra "amor".

Tantos são os que mentem, banalizam.

Tantos são os que distribuem moedas de um centavo como se fossem o último dos tesouros.

Tantos são os corações de plástico. 

Tantos são os que nunca perdem.

Tantos são os que sabem o jogo.

Tantos são os que vivem para satisfazer a máquina que os tritura todos os dias.

Tantos são os que se orgulham do que está fora, mas são estranhos a si mesmos.

Tantos são os escravos de seus próprios rótulos.

Tantos são os que distorceram os nossos significados com sua mesquinhez.

Tantos são os que matam sonhos por objetivos que apodrecerão logo adiante.

Tantos são os que me dão náuseas.

Tantos são os que não vivem, nunca viveram... 

Nenhum comentário: