domingo, 1 de fevereiro de 2015

Mesmo que tudo acabe

Sou dono deste exato instante.

Não me importo com certezas.

Deixo-me banhar pela luz do dia.

Porque de algum modo sei que vou lhe ver.

Os anjos erram o alvo, erram o alvo.

Eles sempre fazem isso, sempre fazem isso.

Mas eu não me importo mais com certezas.

Você consegue reparar quando meus olhos chegam ao fundo dos seus?

É nesta fração de segundo que me liberto.

E nada mais tem relevância alguma.

Ganho o dia, ganho o mundo.

Mesmo que você não saiba, mesmo que nada seja real.

Mesmo que o tempo siga, mesmo que tudo acabe.

Nenhum comentário: