sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Medalhas e honrarias

Responda aquilo que ninguém pode captar.

Seja capaz de colocar fogo nestes dogmas.

Eles fazem caras e bocas.

Eles querem mais e mais, alimentado uma vaidade tacanha.

Eles pensam que intimidam, são apenas idiotas.

Rangem os dentes, enquanto eu apenas rio.

Papeis estão nas estantes e também no lixo do banheiro.

No fundo, todos estão sujos com a mesma coisa.

Mas sempre haverá uma plateia para este espetáculo de aparências.

E todos fingirão que isso tinha alguma importância.

Colocando medalhas e honrarias sobre uma caveira.

Satisfazendo a vontade de ter algo para contar e se gabar.

Agora eu estou gritando sozinho sobre a montanha.

Eu estou livre, livre para viver.

Agora eu sei o que sou, pronto para descer em alta velocidade.

Eu estou livre, livre para morrer. 

Nenhum comentário: