domingo, 26 de outubro de 2014

Escudo intransponível

Deixe eu lhe dizer uma coisa.

Estou mais forte do que nunca.

Nem tudo é o que parece.

Realidades travestidas não me enganam mais.

Interrompi o fluxo dos canos.

Não há mais por onde sugar, não insista.

Meus escudos são intransponíveis.

Sim, eu estou rindo neste momento.

Não olhe mais para os lados, isso é patético.

Recolha-se com seu próprio contentamento.

Porque estou mais forte do que nunca.

Sua visão está turva com o excesso de chorume.

Mas meus escudos são cada vez mais intransponíveis.

Nenhum comentário: