segunda-feira, 17 de março de 2014

Próximo passo

Olhos, meus olhos, tornei-me pedra novamente.

E vejo você igual, tão resistente e tão frágil.

Este é o destino daqueles que nunca aprendem.

Como se o próximo passo fosse para frente, você está forte.

Como se o próximo passo fosse decisivo, você volta.

Por toda parte, eles tentam interromper seus planos.

E você segue caminhando sem chegar.

Uma esperança adiante, ilusão de ótica.

Uma luz no fim do túnel, apenas para cegar.

Há tantas prioridades, você nunca é chamado.

Sobrevive sem respostas, para um dia tentar viver.

2 comentários:

Fernando disse...

Olá Bruno,
Precisamos fazer de tudo para não nos tornarmos uma pedra rs.
Mas há tantas prioridades não é? Me identifiquei com seu texto.
Grande abraço
Blog Fernu Fala II

Bruno Mello Souza disse...

Ae, Fernando!

Obrigadaço pela visita.

Abração.