terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Raio de luz

A luta foi impiedosa e árdua.

Mas a dor acabou, olhe em sua volta.

E não há palavras que possam mudar esse destino.

A existência é um canto puro que ecoa pelo universo.

Ficaram as fotos e singelas demonstrações, tudo que você um dia amou.

O fim é um novo começo.

Amigo, agora você tem asas.

E quando todos estiverem chorando, apenas sorria.

Amanheceu com um novo raio de luz.

E se tudo foi tão difícil e efêmero, ninguém disse que seria justo.

Ficou sua vontade imensa, somos um pouco aprendizes.

Tudo vai ficar bem, a estrada não se encerra nunca.

E se a batalha foi uma libertação, você agora está livre.

Amigo, agora você tem asas.

4 comentários:

B. disse...

Lindo e doloroso!

Bruno Mello Souza disse...

Muito obrigado pela visita, B.

Beijos.

Fernanda Bender disse...

Muito bonito e tocante... gostei de ter vindo conhecer o blog :)
Um abraço!
http://duasepocas.blogspot.com.br/

Bruno Mello Souza disse...

Oi, Fernanda!

Muito obrigado pela visita!

Seja sempre bem-vinda por aqui.

Abraço.