quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Quinze meses

Em alguns dias, o sol brilha mais forte.

É bom abrir a janela e olhar para a rua.

Quinze meses, vinte e poucos anos.

Estarei lá, mesmo que ainda não saiba onde seja.

Não fecharei os olhos, entrarei em êxtase.

As luzes são extravagâncias, não quero mais sair.

Nenhum comentário: