quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Pálpebras

Não sei se estou acordado ou dormindo.

A realidade se mistura a pensamentos ilógicos.

Sinto dor, não sei onde é.

Persisto até o espelho mais próximo.

Tento manter os olhos abertos, as pálpebras insistem em pesar.

Luto, e luto, e luto.

Mas estou de volta à cama, sem saber como.

Nenhum comentário: