sábado, 26 de outubro de 2013

Zumbi

Sede, estou com sede.

Fome, estou com muita fome.

Sei o que quero.

Sei melhor o que não quero.

Esconda-se se não sabe o que se passa.

Lá fora estão batendo na janela e arrombando as portas.

Espero que não me encontrem, não é um bom dia para ser devorado.

Há um pedestal colocado.

Ninguém pode cair.

E me diga como evitar a colisão.

Os espaços não podem ser invadidos, não agora.

Não sugue meu sangue, alimente-se melhor.

Deixe as coisas no seu lugar exato.

Nenhum comentário: