domingo, 20 de outubro de 2013

Pequenos interesses

O dia acabou, o mundo acabou.

A prova mesquinha de um espírito paupérrimo.

Tudo em nome de pequenos interesses.

Tudo em nome de uma satisfação no banheiro.

E das coisas que realmente importam, o que você me diz?

E daquela gente morrendo lá fora, o que você me diz?

Há apenas um projétil, atinja o mais fraco.

É mais fácil e menos comprometedor.

Implorou por essa liberdade, e agora reclama dela.

E tudo ficará limitado, limitado como você.

Deixe tudo queimar, salve apenas a sua casinha.

E siga sozinho, reproduzindo bobagens.

E siga sozinho, adorando aquilo que lhe obrigaram a adorar.

Nenhum comentário: