segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Mesmo lugar

No dia em que parti, estava buscando uma nova vida.

No dia em que voltei, sabia melhor do que nunca o que queria.

Sim, eu tentei fazer tudo diferente.

Mas a realidade sempre surge para mostrar que permanecerei no mesmo lugar.

Olho para trás, não me arrependo.

Nas minhas noites, seu olhar e seu sorriso seguirão em meus sonhos, tenha certeza.

Se eu sinto isso, é porque não estou morto.

E se isso não morrer, ficarei bem aqui.

Já não depende de mim, apenas não quero incomodar.

Não se preocupe comigo, isso não é necessário.

Siga sendo o que você pode ser para mim.

Guardo meu coração numa caixa escondida em meio às roupas.

E talvez algum dia eu possa pegá-lo, oferecê-lo novamente para você.

2 comentários:

B. disse...

Estou vivendo uma situação parecida :/ Infelizmente para um amor se eternizar, não depende só de um dos amantes, mas dos dois. Talvez não dependa também só do amor em si, porque há tantos empecilhos irresolúveis que a vida nos impõe. Resta deixar o reencontro nas mãos do destino e saborear as lembranças dos momentos bons ao lado de quem se ama.

Bruno Mello Souza disse...

Concordo integralmente, B.

Beijos.